Social Icons

Pages

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

“Vibradores” de bronze são encontrados em antigas tumbas chinesas

A vida durante a antiga Dinastia Han, da China, entre 206 a.C. e 220 d.C. parece ter sido dividida entre estranhamente familiar e excêntrica, conforme artefatos revelados recentemente nos mostram.

As descobertas, de acordo com informações da IFLScience, foram feitas durante escavações realizadas por arqueólogos entre 1995 e 2011, em torno da província de Jiangsu, que exploraram tumbas de aristocratas de cerca de 2.000 anos de idade. Entre os achados, estavam vasos, cerâmicas, urinóis e até mesmo consolos de bronze e plugues anais feitos de jade.
VIBRADOR RÚSTICO DE BRONZE (FOTO: DIVULGAÇÃO/ YIZHENG MUSEUM)

A jade era um material muito reverenciado à época e virtualmente inestimável em seu valor, pureza e beleza. Acreditava-se que fosse capaz de afastar a decadência espiritual e corporal, por isso eram colocadas nos corpos de aristocratas e membros da elite da dinastia chinesa. Eles eram embalsamados ou tinham inseridos o plugue no ânus, a fim de evitar “a perda de essências vitais do corpo”. Segundo Fan Zhang, em uma entrevista ao IFLScience, “os plugues de jade eram usados para selar o corpo e manter as essências vitais que podem vazar durante a vida e a morte. Basicamente, era para manter o chi. O orifício mais importante era a boca, e temos um belo exemplo de selo bucal em forma de cigarra em nossa exposição”, revelou.
As escavações também revelaram dois objetos em forma de pênis, feitos de bronze, que provavelmente eram usados para melhorar a experiência sexual. Também foram encontrados vasos de vinho, que dão uma indicação adicional da indulgência aos desejos e prazeres do corpo e seu papel importante em uma cultura altamente espiritual.

“Os consolos de bronze ​​são achados relativamente raros, embora estejam longe do inédito, são encontrados ocasionalmente em tumbas de elite”, explicou Zhang. “Todos eles definitivamente foram feitos para uso, e podemos especular com base em suas formas que estavam desgastados”.

Zhang afirmou que não está claro se os objetos foram forjados para homens ou mulheres, embora tenham sido encontrados no túmulo do rei. Ainda, eles permaneceram intactos por cerca de 2.000 anos, e somente agora as descobertas estão sendo exibidas, pela primeira vez, fora da China

Nenhum comentário :

Postar um comentário